Mesa Litáurica de Interlagos - Onde o Arcanjo Samuel atribui o título de Cristo a Luigi.

Esta foi gravada, e nesta se observa que em alguns pontos há interferências do médium. Especialmente na parte em que há referencia aos Milagres de Jesus, que Ele mesmo (Jesus) contesta no livro, "Vida de Jesus Ditada Por Ele Mesmo". Fundamentalmente, estas diferenças motivaram outras pesquisas e outras consultas mediúnicas, e somente após várias confirmações do básico, é que vem reportada na íntegra, ressalvando que são considerados Milagres também os operados pelos Apóstolos mas não estranhos aos estudos do Espiritismo e magnetismo, como simples desobsessões. Havia médiuns operando comigo na Mesa da Litáurica naquele tempo, onde se começava as terapias para recuperação das auras. Se procurava a melhor forma, e aconteciam coisas estranhas, e foi procurar saber fazendo uma sessão particular, em 30 de junho de 1995.

 

 

 

 

 

 

 

 

A gravação começa assim:

 

Se fez presente, as doenças, os poros sangrando, e o homem fica longe da Ciência e das Leis de Deus. Que esta luz se faça grande, que este amor desenvolva, que assim seja. Pode fazer a primeira pergunta, irmão.
Aqui nesta Mesa Litáurica estão vindo os Apóstolos.
Foram destacados por nosso Deus, nosso Pai.
Mas a gente está com bastante tensão. Quando iniciei a Litáurica, disseram-me, que era a reencarnação de um monge que escreveu os Vedas. Que como conseqüência disso, eu tinha a responsabilidade espiritual a cumprir. Trabalhei nisso, me aprimorei, e escrevi o livro Litáurico (Os ponteiros direcionados ao céu). Trabalhei nas curas, no Espiritismo, nas pesquisas sobre a aura e estas fotografias metafísicas, em suma, vocês sabem.
O meu Mentor, Francisco de Assis, sempre me auxiliou, e uma falange espiritual Litáurica, sempre me ajudou nestes trabalhos espirituais que realizo há nove anos com muitos médiuns.
Agora o trabalho se aprimorou, pois curamos a própria mediunidade, e a Litáurica trabalha na terapia da aura, em todos os níveis, e até com os internados do Hospital psiquiátrico (Hospital Francisca Júlia, em São José dos Campos). Além de Francisco de Assis, hoje temos assistência de Antônio de Pádua. As linhas espirituais dos beneditinos e franciscanos nos ajudam, e até Teresinha do Menino Jesus ainda se justifica no trabalho que realizamos, mas os Apóstolos, não se justificam só para acompanhar este aprendiz, que nem chega aos pés desta Mesa Espiritual.
Luigi, os Apóstolos foram destacados, como foram destacados, noutros tempos remotos, por compromissos que fizeram com este Cristo que está no Céu, e que o homem vem crucificando no dia a dia; Este que continua sentado à direita do Pai. Mas tu poderias ser Cristo se lançasses a bandeira. Se estiveres de braços cruzados, jamais serás o Cristo, ou o homem que foi destacado para dirigir a bandeira do Mestre.
Então o que deveria fazer?
Assumir a bandeira Crística, porque tu és Batista. Tu és o João Batista, e quantas vezes já não foi confundido com Cristo? Eu fui destacado só hoje para vir aqui, porque sou um Anjo da Imagem do Senhor. E se tu queres saber quem tu eras, saberás. Pede para este que está dentro de ti e Ele te mostrará. A tua viagem será grande. Tu já foste confundido, no passado, com o Cristo, e hoje, esta luz que está na tua cabeça, diz que tu podes ser Cristo, e tanto quanto tu quiseres ser. Nós, Pedro e Paulo, e mais Apóstolos, estamos dispostos a te servir, porque assim foi indicado.
O crescimento da tua doutrina será grande, e tu poderás ser o Cristo desta religião. Assume o teu papel Crístico, senta a direita, conduze os trabalhos, e a força do mal não virá mais aqui. Eles vieram porque, tu foste tentado no deserto, e tu os perturbaste. Tu preferiste comer insetos e despojar-te dos privilégios humanos, e camuflar-te atrás de roupas de pêlos, e deixaste crescer barbas e cabelos, ficou uma figura esquelética e assustadora, e deixou de ser aquele que veio antes do Senhor.
A posição Crística está dentro de ti. Dentro do teu ideal. Dentro da tua luta. Tu poderás ser chamado de Cristo.
Mas eu nunca pretendi ser, jamais visei ou almejei isso, e minha intenção não seria dizer isso.
Mas o murmúrio já está na boca Luigi. E quando saires desta Mesa, para fazer o teu trabalho lá fora, as pessoas sentem que uma presença anormal está dentro de você. Eles verão isto sempre mais, e tu serás confundido com o Cristo.
Se isto vai facilitar a causa, assim seja, mas vocês, que vêem no meu coração, sabem que jamais almejei isso. Para mim Cristo sempre foi Jesus, que sempre foi o meu Cristo. Eu só queria saber o que fazer.
Luigi, qual filho que vem do Céu, que está à direita do Pai, que reencarna hoje para limpar os pecados dos homens, este será o Cristo, e este nasceu contigo. Só que tens o teu Carma e as tuas dívidas, o teu flagelo e as tuas imposições: pela tua fuga, e pela tua fuga do Evangelho. Pelo teu poder de escrever muito mais do que o homem já teve, e não cresceste. Agora te foi dada uma religião que começou do nada, de um simples início, e tu a realizaste, e de um simples começo está ganhando força. Chegou a tua hora e o teu momento de assumir o teu papel de Cristo. Não tem conveniência nenhuma em fugir, porque tu és hoje aqui na Terra, o nosso Cristo.
Se paraste e pensaste, vê do que vieste! A língua que tu falas, e as andanças que fizeste; vê que só podes ser o PEREGRINO. Vieste de um País pequeno, da dúvida e do misticismo, onde o homem do capital e da fortuna, está carregando multidões (Itália). Não sejas mais este que fugiu para o deserto, pega o teu cajado e vá. O teu momento chegou, aproveita estas pessoas que estão ao teu lado, e os Apóstolos e os Santos, para te ajudar; aproveita o trato que fizeste com Gabriel, Rafael, e todos os Arcanjos, e a mim, e todos os que estão no Céu dizendo Amém.
Sente esta energia, esta luz, porque tu sabes que não vim sozinho, e há uma legião aqui sustentando-me, porque não poderia estar com o médium que nem estava preparado.
Poderia saber quem você é?
Eu sou aquele que está á direita do Pai, segurando a flama do Amor e a espada da Justiça, eu sou Samuel.
Está bem, era só isso que eu queria, encontrar o caminho certo.
Teu caminho, Luigi, é não fugir mais para o deserto, encara isso com realidade, com amor e compaixão. O Cristo, quando esteve na Terra, assumiu o compromisso aos 30 anos, e no batismo de ti mesmo. E nós lá no Céu, sempre empurrando, sempre pedindo, para assumir. Quantas vezes Ele orou sozinho, com a mesma dúvida que tu tens agora: - será que sou o Cristo? Será que devo assumir? Será que serei este homem grande, que jamais poderá voltar na Terra, a não ser, através de uma mente, que Deus, lá no Céu, indicará aqui na terra.
Cristo está presente dentro de ti. Muitos receberam este papel e deixaram o orgulho tomar conta deles, subiram ao império, preferiram o ouro, o dinheiro, a fama, e foram jogados, e tu no passado, também preferiste o deserto, com medo de enfrentar a sua realidade, para sofrer ainda, nas reencarnações depois. Sofrer a conseqüência de ter a cabeça cortada. Sofrer a conseqüência de ser um gladiador. Sofrer a conseqüência de lutar depois com aquele que cortou a tua cabeça. Vir na Terra para escrever coisas para o Mestre conhecer depois de ti. Teve ainda a chance de conviver com Ele e fazer Milagres que hoje não são mais capazes de fazer, e andar nos mesmos caminhos.
Tens mais alguma pergunta a fazer? Aproveita, porque estou autorizado a responder.
Não, é só isso. E me desculpe, pois estou confuso.
Assume o teu compromisso sem medo. Assume, porque esta luz que foi te dada e te acompanha, será vista por muita gente. Muitos virão e sentirão, porque muitos já andaram contigo um dia, já foram teus Apóstolos, já seguiram o teu caminho, já foram teus filhos e já levaram a tua bandeira, porque tu és considerado como Cristo em muitas religiões. Muitos adoram João Batista, mais de cem milhões, e esqueceram o Mestre.
O papel será assumido: peço a Deus a luz e a proteção necessária, para não errar, para ser inspirado e, na hora certa farei isso.
É já por isso que estas coisas visitaram esta Mesa. Como tu foste tentado no deserto, 40 dias e 40 noites, eles te reconheceram e vieram aqui, e um deles te falou o motivo -  disse: Tu uma vez me perturbaste e agora chegou a minha vez, tu te lembras? Ele veio para te destruir, com todos a postos, todos armados, para deixar você e os seus vencidos. Mas a partir de hoje, não poderão de novo entrar, eu te garanto, se não, não serei mais o Samuel, aquele que está à Direita de Deus e do Cristo.
Orarei por todos vós, pois cada teu médium, terá proteção da nossa luz e nosso amor, e não será permitido, que sofram males da Terra, e a partir de hoje, esta luz estará sobre a tua casa, e muitos que seguirão o teu caminho, serão felizes porque um dia te conheceram.
Eu te transmito à graça de Deus. Deste Deus que está nos olhando e com este fogo de luz que tu podes sentir agora, que está em cima desta casa. Este fogo de luz, que agora está na tua casa, sobre a tua esposa, sobre os teus filhos. Tu não terás mais encarnações, mas sofrerás as conseqüências de não teres assumido, como já te aconteceu. Como foi falado nesta casa, os nossos irmãos pedem para tu colocares este manto, porque esta fonte de luz, apagará todos os intrusos, e todos aqueles que um dia se puserem no teu caminho.

    Que a paz de Deus esteja com vós e a glória do Senhor esteja contigo. Que assim seja.

 

 

Voltando a nós:
Este autor, também, veio ainda a ser orientado, em palestras espíritas, onde através de médiuns em oportunidades diferentes, só no Brasil, gravou oitenta horas de fitas K7. E vem ainda proporcionar experiências matutadas em volta de centenas de casos de desobsessão realizadas nas sessões espíritas, tanto em Hospitais psiquiátricos, como nos tratamentos da Mesa Litáurica, e ainda, na base de estudo de aproximadas vinte mil fotografias da aura, Kirliangrafias, de variadas tipologias: homens, mulheres, crianças, cristais, de fora e internados em hospitais psiquiátricos. Porque todo este trabalho? Porque há esta Nova e Grande Religião que vem a completar-se inserindo nela aquilo que foi descumprido, pelos que no passado, extraviaram-se atraídos por outros valores e porquê suas consequências, novamente, deveriam ser pagas pelos outros ?

 

Este é um trecho composto de experiências postas no papel (Livros das Legiões Litáuricas) e, quando surgem novas, é atualizado conforme, de onde se reporta, também aquilo que se encontra nos contextos da Kirliangrafia e do Espiritismo conjuntos, ao mesmo tempo serviu para concluir esta disposição espiritual, e da Litoterapia, e a estruturação da Litáurica, onde hoje, muitos já podem comprovar a sua validade nos atendimentos dos planos tantos materiais que espirituais.

 

Na base deste trabalho visam-se resultados substanciais, dos muitos que nos acompanham do Além, que nas pessoas, se encontram na estabilidade emocional e na motivação da vida, pois este espiritismo, muitas vezes, opõe-se como última alternativa - às exaustivas praticas agnósticas e sem efeitos que se praticam em muitos lugares.

E ainda se sustenta na sinergia paranormal deste autor e pelos apoios espirituais em que se sustenta, onde a intuição mediúnica passa pelo crivo mental para orientar a doutrinação, realizando uma rara combinação Espírita. Onde, neste contexto, entram também a energização da gema da Litoterapia, que, quando fotografada, mostra a luz védica ....e já demonstrou a muita gente a sua força na cura.

 

E nestas bases somam-se, ainda, as interpretações Litáuricas das Kirliangrafias, onde se evidenciam a evolução, a reencarnação, Carma, as perseguições e as atuações áuricas, onde, na aplicação deste Espiritismo, é o atuado que se torna o veiculador mediúnico de uma outra consciência, que existe na aura e vem da pré existência, e automaticamente existe depois. Onde se prova ainda, como cada um esteja controlado, também dessa forma, pelos Campos Superiores, o que ninguém, de forma nenhuma, deveria ignorar.

 

Prova-se assim que um mundo de informações, que assombram, faltava ao conhecimento influenciado pelo Dogma. Informações e fatos que, apesar de carecer de aprovação científica, são base neste "problema existente", que afeta muita gente, já e agora.

 

Os sábios, já das épocas mais remotas, guardavam os segredos das origens da Humanidade e dos cristais, numa filosofia ligada ao equívoco e ao monoteísmo supersticioso, e nisso, o mundo foi para o caminho do materialismo, e acreditou em um Deus bíblico, como a figura de um respeitável avô.... - uma figura material.

De outro lado, o espiritualismo do mundo sempre foi primário e subordinado a meras palavras, à matéria e às regras que o homem criou para medir o seu poder, regular a única vida que conhecia, seu desenvolvimento tecnológico e intelectual, onde criou valores, leis, esferas sociais, ordens, formaturas, etc., e nunca considerou, sequer, que tudo isso é temporário e, do "outro lado", não vale nada.

 

Nunca considerou, sequer, que este ser não é somente matéria, mas também uma aura, formada como energia celular, onde é o Espírito que prevalece, porque é a forma que se plasma através da matéria, para um plano de vida tanto diferente quanto maior.

 

Esta energia de "bio eletrons" puros, que agregada a outras partículas subatômicas, que originam, em certo ponto, o Ego Superior, forma este arquétipo que se evolui nas reencarnações e foge às regras do homem pelo grau de sua evolução. Uma evolução que pouco tem a ver com aquilo que seu arquétipo humano normalmente considera, apesar de estar em sua aura, que hoje se fotografa, e que qualquer um pode ver. Nisso a Litáurica vem completar-se com trabalhos falados, gravações e escritos.

 

No cumprimento, por partes, de responsabilidades cármicas e obrigações espirituais assumidas há muitos anos, na stesura literária védica, cabia ao mesmo autor, a elaboração desta REFORMA aqui atualizada, até Junho 1.998.

 

Cumpre-se assim, também, o acordo partilhado com JESUS o NAZARENO, quando Seu contemporâneo, na veste de JOÃO, O BATISTA, concordou em deixar, devido aos tempos que corriam, que o homem chegasse a DEUS e a luz, pela Lei do Amor.

 

E como GUARDIÃO deste Espiritualismo, volto aqui para assumir, na LITÁURICA, o papel Evangelizador, CONFIRMADO em 15 e 30 de Junho 1.995, antes como "O PEREGRINO", e depois investido da representação Crística, vindo a oficializar também, este parte doutrinária.

 

Ao século,

LUIGI.