Saudações ! Eu sou Luigi e lhe dou as boas vindas a este site.

 

Sr. Luigi em suas predicações na Mesa Litáurica de Interlagos
Sr. Luigi em suas predicações na Mesa Litáurica de Interlagos

Depois de 3 anos da instauração da Litáurica, muito bem preanunciada por grandes videntes do passado, ainda ligadas às Grandes Profecias; registrada nas Escrituras, também prevista nas obras póstumas de Kardec e na Terceira Revelação como pacto da aliança entre João Batista e Jesus. Depois de três anos que este novo Cristianismo ter sido instaurado como Litáurica - Religião única e Universal, em São José dos Campos SP - esta doutrina conseguiu formar-se nos seus livros e chegar na INTERNET e nisso agora começa uma nova etapa, pois chega também com o seu áudio por onde entra com esclarecimentos a viva voz, pois no mundo de hoje, há uma tremenda confusão de ideologias; há má fé em todas as crenças, dirigidas e atraídas exclusivamente pelo interesse venal e supremacia numérica; considero um dom de Deus que esta luz tenha conseguido furar a espessura das trevas que escondem a figura do Criador ao homem, para chegar a muitos aparelhos conectados a este sistema, pois a resistência dos tradicionais é muito forte e vem de depurações e lavagens cerebrais muito profundos Conseguiu pela predestinação, pois esta escuridão está colocada nos tempos passados da superstição e principalmente no "abuso que os homens cometeram na Itália sobre a Religião", que estava muito bem escondido.

 

A Litáurica veio corrigi-lo, pois neste negaram a existência do espírito e a sua reencarnação e suas leis morais, que porém, nunca cessaram de existir e atuar nos infratores das suas regras. Instigaram aos erros e estes conceitos foram instalados também nos novos mundos que por conseqüência, vieram rebaixar-se a eles e daí surgiram as degradações sucessivas até formar as grandes bolsas de sofrimentos do planeta, que hoje todos sabem onde estão, porque de lá surgem desentendimentos e a todo momento solicitações de ajudas humanitárias - e o seu rebaixamento continua pelas mesmas causas, pois ao invés de produzir uma consciência mais aprimorada nos homens, para estes entenderem que nada podem fazer contra as conseqüências de seus erros e abusos, muitos continuam a degeneração ainda na violência, na droga, na prostituição, do homossexualismo ao mediunismo, etc.

 

Enfim, uma doutrina que traga luz sobre esta situação vem para beneficiar a todos, pois a fé veio a ser instrumentalizada na base do exclusivo comércio e poder. Mas na Litáurica vem posta na base do progresso coletivo e individual, onde é o indivíduo que cuida de sua própria evolução espiritual e ao mesmo tempo que cuida de sua vida, pois assim ele se projeta no bem, mas parece que todos escolheram o suicídio e não entendem.

 

Na religião Litáurica não há templos e sua doutrina está em harmonia com a Criação, com a fé que o homem deve ter com a justiça de Deus, pois esta se evidencia na lei das conseqüências. Prega que se o homem não precisa ir a templo nenhum para respirar a vida, se entende daí que não há lugar para expressar a própria fé. O homem deve reencontrar os seus valores morais e, como chefe de sua família, assumir já no lar a função de sacerdote participando a moralidade cristã, a religiosidade, o seu espiritualismo, exprimindo assim culto e fé. Mas as massas seguem aquilo que veio a ser a tradição, poucos pensam e contribuem em quantidades e continuam prestigiando a falsidade, a idolatria e a superstição. Assim muitos milhões são os desandados e os desatentos, não enxergam que a medida final está acontecendo. Veja a "transmigração das almas". Muitos não irão assim continuar aqui. Serão transferidos para outras localidades do espaço, nos dizem as profecias, até Kardec diz assim nas obras póstumas, e como a Litáurica, que profetizada tornou-se realidade, este planeta pode tornar-se real como é real a falta de atenção das massas por este tipo de coisas, e a seleção pode ser muito grande.

 

Em condições normais considero uma percentagem pequena, menos de 1 por mil da população planetária, das entidades espirituais que através das reencarnações, tendo empatado o Carma e aprendido aceitar a vontade superior de Deus, consigam evoluir-se como espíritos, livrando-se do chamamento da matéria. Esta pequena percentagem poderia ser muito maior, e inclusive a vida das pessoas muito melhor se houvesse menos materialismo e mais espiritualismo, menos cultos das personalidades, menos superstições e mais clareza das doutrina. Mas não há, e ainda por estas razões, há poucos em condições de fazer parte da humanidade vindoura, que será ainda isenta das castas clericais.

 

Litáurica - A Religião Universal. O homem não precisa ir a local nenhum para orar a Deus. Deus está presente em todos os locais. O homem é senhor de si mesmo e está subordinado às leis imutáveis de Deus.
Litáurica, a religião única e universal.
A evolução espiritual de cada ser é individual e não pode ser administrada por outras pessoas.

A nova Humanidade será mais adiantada dispensando o intermediário e a continuação da moral religiosa virá a ser confiada à responsabilidade individual, pois cada um que providencie a sua continuação opera no humanismo e já pela simples conseqüência ao fato que a sua vida vem a ser possível pela colaboração dos outros elementos do seu próprio meio, que permite que ele respire, se alimente, se agasalhe e se evolua; já deve colaborar nisso pois como espírito é criador, isto é, projeta o seu futuro em função das suas ações do seu presente, daí é que vem o seu carma, mas também daí é que vem o seu termo quando queira projetar-se como realizador de um mundo que não seja coerente com as regras da Criação do que faz parte, pois já que se sustenta nisso deve projetar-se nisso. É nesta consciência que há de ver o seu trabalho que lhe proporcionará o avanço espiritual, pois esta é a consciência de fazer parte de um contexto comunitário e não ser o dono dele. Isto é o que falta hoje, pois o ser humano nisso se projetou erradamente, cuspiu praticamente no prato em que comeu, desrespeitou a Criação, daí é que lhe veio a Reforma que o leva ao Juízo, depois haverá novos tempos. Uma Nova Era que já começou na data da sua fundação, 30 de Junho de 1995. Irá formar-se depois da seleção, uma nova população pelo Reino de Mil Anos, da Luz, pois em todas as religiões passadas realizaram valores só em função do material, do momento, e não os valores evolutivos cumulativos espirituais que são a razão básica da vida da matéria para alcançar a evolução do espírito, valores considerados nos conceitos morais do "Cristianismo Litáurico". Toda esta matéria parece fantástica, parece isto, pois poucos conseguem ver e aceitar a vontade maior, mas é real e poucos passarão para esta nova raça, pois "muitos os chamados e poucos os escolhidos".

 

Vai fazer mais de treze anos agora que opero neste campo e toda a história desta pesquisa e da peregrinação que precisou para ser realizada está nos livros Litáuricos. Mas nesta coluna que abro aqui, ponho o resumo de muita predicação que realizei e realizo nas minha palestras da Mesa Litáurica, duas vezes por semana e no áudio da Litáurica de São José dos Campos – SP.

 

Assinado : LUIGI