Hoje a Litáurica já está entrando no seu quinto aniversário. Com a data da sua Revelação, abriu a Nova Era em 30 de junho de 1995, e até então, já disse e escreveu muita coisa. Já tem os seus livros que a demonstram na sua validade; e fazem mais de quatro anos que veicula um programa de rádio doutrinário 24 Hs/dia, na área de São José dos Campos, SP, Brasil, e cidades limítrofes. Muita gente assim, já vieram a conhecer o que se diz nela e sabem, que ela é A "Religião Litáurica"; que nos seus contextos deriva dos conceitos contidos nos Antigos Vedantas da antiga Índia, de onde já nasceu o Induísmo, e o cristianismo original que estava ainda baseado nos conceitos espíritas, mas xamânticos, onde tudo isso vem novamente a comprovar-se na moderna forma da interpretação da Kirliangrafia, comunemente conhecida como a fotografia da aura.

 

Agora veio somar-se à Palavra Viva. Todas as religiões são declaradas antigas e não existem mais, o ser humano deverá se orientar na Palavra Viva da Litáurica e nos seus termos e livros, que lhe mostrarão o melhor caminho a tomar! Nesta escolha poderá achar a salvação; do contrário, ela lhe será outorgada. Nisso tem que se robustecer a luta que cada um trava a seu próprio favor, ou então no antigo, perecerá. Os obstáculos que ainda impedem o resgate de tantas coisas serão arrancados violentamente!

 

Não é ameaça, mas um alerta, pois ao final, esta é a minha tarefa e quem se opõe, se opõe à "NOVA Palavra", parâmetro que lhe servirá como termo em seu auto julgamento. De princípio é muito bom que se saiba e seja esclarecido, que para todos estão correndo os tempos do Juízo, e nisso a minha posição é oficial, não para julgar, pois o que julga é aceitar ou não a nova doutrina. Esta situação está escrita há muito tempo, em muitos livros inclusive, e não deveria surpreender ninguém hoje se as pessoas fossem mais atentas. E aqui passo orientações que qualquer um pode conferir, pois todos devem saber que estão vivendo este tempo do Juízo, não importando a crença, cargo tanto social que religioso que tenham.

 

"Mas isso será o fim do domínio das trevas sobre a Terra! Tal domínio tem de desmoronar, arrastando consigo todos os seres humano que a ele se associaram.
Porém, no meio dos ruidosos estrondos dos cataclismos vibra a palavra! Vitoriosamente atravessará os países, para que ainda se possa salvar quem sinceramente se esforçar para tanto.

 

(Salvação! Libertação!)"

 

    Assim acabará o domínio das trevas sobre a Terra! Tal domínio vai desmoronar, arrastando com ele todos os seres humanos que a ele se associam. Esta Palavra Viva atravessará os países, pois é o  áudio informal Real Player, para que ainda se possa salvar quem sinceramente se esforçar para tanto!

 

"Nisso jaz a condição de que cada ser humano tem de se esforçar para reconhecer a palavra do Senhor como salvação! Caso deixe, duvidando, passar essa última oportunidade, sem se aproveitar dela com todas as suas forças, jamais terá diante de si situação igual, e estará eternamente perdido para ele o momento propício de sua salvação.

(Salvação! Libertação!)"

 

 Nisso jaz a condição, de que cada ser humano, tem que se esforçar, para reconhecer na Litáurica, a Vontade do Senhor como salvação. Caso deixe, duvidando, passar essa última oportunidade, sem se aproveitar dela com todas as suas forças, jamais terá diante a si situação igual, e estará eternamente perdido, para ele, o momento propício da sua salvação.

 

    Salvação, far-se-á para ele unicamente na Palavra, que tem que acolher, a fim de, vivendo segundo a mesma, libertar-se dos laços que a prendem abaixo, na ignorância e deformação dos conceitos reais. Da pior maneira fostes envenenados, pela falsa interpretação do Amor de Deus, (da Bíblia), que procurastes despojar de todo o vigor, de pouca força e clareza, envolvendo-o em moleza doentia e condescendência nociva, o que vos acarretou preguiça espiritual, tendo de precipitai-vos em desgraça.

 

"Acautelai-vos com a nociva deformação do conceito do sagrado amor de Deus! Caireis com isso num entorpecimento agradável a princípio, que se transformará em sono mortal.
Nenhum amor verdadeiro se encontra na condescência e na bondade que tudo deve perdoar, mas sim essa idéia errada é como um veneno entorpecente que apenas debilita, cansando os espíritos, e por fim produz a paralisia completa, forçando a morte eterna, uma vez que não haverá possibilidade de se acordar ainda em tempo.

 

(Salvação! Libertação!)"

 

Acautelai-vos com a nociva deformação do conceito do sagrado Amor de Deus! Caireis com isso num entorpecimento agradável a princípio, que se transformará em sono mortal. Nenhum amor verdadeiro se encontra na condescendência e na bondade que tudo deve perdoar, mas sim essa ideia errada é como um veneno entorpecente que debilita cansando o espírito, forçando-o a morte eterna.....

 

As citações acima citadas destacadas são do do livro "NA LUZ DA VERDADE", de Abduschim, da Ordem do Graal na Terra, seguidos do devido interpretações e comentários Litáuricos.

 

Abduschim fala ter sido enviado por Is-ma-el, o Filho do Homem, para preparar a sua volta .

 

Is-ma-el volta como Luigi, ainda mais conhecido também como João, o Batista, co-autor do Cristianismo e primo e irmão de Jesus de Nazareth.

 

Pois é assim para que ninguém se engane, pois não há mais Bíblia, Alcorão ou Sutra, não há mais religião nenhuma diante à Litáurica, pois há um Cristo na Terra que representa toda autoridade espiritual tão diante aos mortais como aos espíritos. A nova doutrina está nesta Palavra Viva, que além dos horários indicados, vem veiculada juntamente à boas músicas em continuação também no sistema de áudio da Internet, informal e planetário.

 

Muita gente conheceu ainda, a história da origem do seu autor que reencarnando várias vezes na senda espiritual, já foi no longínquo passado, Vyãssadera, o Monge que na Antiga Índia escreveu os Vedantas, e mais tarde veio a reencarnar novamente e foi o Isaias Profeta bíblico e depois, ainda, o Precursor do Cristianismo, João, o Batista, que na Antiga Galiléia batizou o Jesus Nazareno, fazendo-o Cristo. E vieram conhecer assim, que é do Antigo Bagavad Gitã, que ele disse - ter derivado a cultura Védica: o antigo texto que se ligava aos Atlântas na sua base, porque já trazia os conhecimentos de uma antiga civilização localizada num continente que há muito tempo afundou, que agora se localiza no fundo do mar Atlântico.

 

Soube-se assim que na implantação da Litáurica, houve necessidade de fazer reconhecimentos em outras áreas, por onde soube ainda, já ter sido um Papa no décimo primeiro século, e sucessivamente índio no Brasil, antes da vinda dos europeus, e ainda um escravo no tempo da colônia. Daí vieram outras pesquisas históricas, e perguntas; por quê o Brasil? E estas continuam se ampliando na relação com os espíritos e nos livros. E nisso vamos ver o que nos diz ABDUSCHIN DA ORDEM DO GRAAL NA TERRA a propósito do quinto degrau da CRIAÇÃO.

 

O quinto degrau á a região ou plano dos preparos, dos preparativos dos auxílios para tudo quanto se encontra abaixo da Criação primordial. Nesse quinto degrau atuam os preparadores fortes, que conduzem todos os auxílios ao gênero humano!

 

Entender-me-eis melhor se eu vos mencionar um nome daí: Is-ma-el! Aqui ele vive, daqui parte a sua atuação, Is-ma-el, que já outrora educou Abdruschin nesta terra, que por causa dele encarnou-se na Terra, que depois também como João, o Batista, anunciou Jesus e que tinha que preparar todas as sete partes do Universo para a vinda de Parsival!

 

Ele é o Superior neste degrau, rodeado de numerosos auxiliares, e ele recebeu a mensagem da Luz para a sua grande e extensa atuação, que sempre cumpriu fielmente. Ele deu também aos seres humanos a grande revelação, dos acontecimentos atuais, que se tornou conhecida em geral como o Apocalipse de João. *

 

Com essa grande atuação preparatória de todos os acontecimentos incisivos da Luz para as criações, esse quinto degrau está cheio de trasbordante vida flamejante.

 

 

* e os Vedantas (Nota Litáurica)